Cronologia Histórica

  • 1935

    A 15 de Junho, o Governo Português isenta a Mason & Barry lda. do pagamento de 90% do imposto devido pela importação de máquinas e aparelhos necessários para a extração de enxofre das pirites da Mina de S. Domingos (Diário do Governo nº 136).

  • 1936

    A 17 de Julho inicia-se a Guerra Civil Espanhola.

  • 1937

    - A 4 de Julho, ocorre um atentado bombista contra Salazar executado por anarco-sindicalistas.
    - A 15 de Outubro é criado o Sindicato Nacional dos Operários Mineiros e Ofícios Correlativos do Distrito de Beja.

  • 1938

    - A 19 de Janeiro foi criada a Associação de Auxilio aos Pobres
    - Pela 1 hora da madrugada do dia 4 de Agosto, deflagra um incêndio que destrói grande parte da Igreja de S. Domingos, supostamente devido a um descuido do sacristão.

  • 1939

    - A 1 de Abril termina a Guerra Civil Espanhola, com a vitória dos militares e a instauração de um regime ditatorial de caráter fascista, liderado pelo general Francisco Franco.
    - A 1 de Setembro, a Alemanha Nazi invade a Polónia, dando-se início à Segunda Guerra Mundial e á "Economia de Guerra".

  • 1940

    O Partido Comunista Português (PCP) reorganiza-se e começa a sua influência no Alentejo.

  • 1943

    - Em Abril é inaugurada a 2ª unidade de altos-fornos na Achada do Gamo.
    - Aprofundamento das zonas de extracção para ultrapassar a escassez de minério.
    - Início de um novo ciclo de lutas nos campos alentejanos e que vai durar até início doa anos 60.

  • 1945

    - No inverno cai um pequeno nevão na Mina
    - A 15 de Agosto, termina a Segunda Guerra Mundial com a rendição do Japão e a vitória dos Aliados, foi o conflito mais mortífero da história da humanidade com mais de 70 milhões de mortos.

  • 1947

    - A 1 de Janeiro é fundada a Caixa de Previdência do Pessoal da firma Mason & Barry, lda. A empresa emprega nesta altura cerca de 1700 funcionários.
    - Começa a circular pelo Alentejo " O Camponês" , jornal do PCP dirigido aos camponeses do Sul
    - A empresa vive uma situação financeira "muito séria" devido aos grandes aumentos salariais e à limitação do preço dos seus produtos. Decorrem negociações com o Estado Português tendo em vista manter a exploração.
    - A 28 de Dezembro, começa a construção do cemitério da Mina.

  • 1949

    - Em Fevereiro, foi sepultada a primeira pessoa no cemitério da Mina de S. Domingos, foi Joaquim António Anacleto, vitima de um acidente de trabalho na contramina em 23 de Fevereiro de 1949.
    - "O regime inicia uma violenta campanha repressiva no Alentejo tendo havido uma redução da actividade do PCP até 1954. A jornada da ceifa ronda os 30$00/dia".

  • 1950

    São despedidos 52 trabalhadores, o que leva a uma reação reivindicativa de que resulta a readmissão de 28.

  • 1951

    - A 2 de Dezembro é inaugurada e abençada a nova igreja, reconstrução do que restou do incêndio em 1938. Foi ainda inaugurado ás 15:30 o novo edifico do mercado, realizou-se uma grande festa tendo estado presente o Bispo de Beja.
    - A 2 de Dezembro realiza-se uma procissão para conduzir a imagem de St.Barbara da Capela do Teatro para a nova igreja
    - A 2 de Dezembro é celebrada uma sessão publica no Largo do Teatro para condecorar os operários com mais de 60 anos de serviço e entregar emblemas aqueles com mais de 50 anos de serviço.
    - Ocorre um grande concentração dos desempregados da Mina São Domingos

  • 1952

    É entregue um abaixo-assinado com 332 assinaturas reivindicando a eletricidade nas casas e a distribuição de água potável.

  • 1953

    Ocorrência de manifestações exigindo o começo da semana de trabalho à 2ª feira (em vez do domingo à tarde) e o pagamento da féria ao Sábado e não ao Domingo.

  • 1954

    - A 2 de Fevereiro, cai um nevão anormal no sul do país, afetando a Mina de S. Domingos. Nessa 3ª feira começou a nevar as 14:00 e parou as 21:30.
    - Inauguração oficial do cemitério embora a 1ª pessoa tenha sido sepultada em 1949

  • 1955

    A 6 de Janeiro é inaugurada a estação dos correios da Mina de S. Domingos.

  • 1958

    - Entregue na Direcção do Sindicato, um abaixo-assinado com 70 subscritores pedindo um aumento salarial de 10 escudos.
    - A 31 de Dezembro, trabalhavam na empresa 1558 pessoas.

  • 1959

    - A escassez de minério é evidente, um relatório oficial apontava para o encerramento das operações de extracção em 1965/66.
    - Entregue um abaixo-assinado com 400 assinaturas solicitando um novo contrato de trabalho e um aumento de 15 escudos.
    - Neste ano trabalhavam na Mina 1471 pessoas.

  • 1960

    - A 31 de Março foi parado o forno Nº2 da Achada do Gamo.
    - A 25 de Junho celebram-se as comemorações oficiais do centenário da Mina. Inauguração da cantina escolar "Rainha D.Isabel II".
    - Manifestação de 70 mineiros frente ao sindicato contra o “roubo” de 50 contos nos seus salários, divida da empresa acumulada ao longo de 3 anos.
    - Nesta década acentua-se a emigração que altera e atenua o quadro da conflitualidade social que caracteriza o Alentejo.

  • 1961

    - A 4 de Fevereiro, acontece o assalto à cadeia de Luanda, marcando o início da Guerra Colonial Portuguesa.
    - A 20 de Fevereiro, é realizada um vistoria à mina, com duração de dois dias, que constata o encerramento do piso 405 por inviabilidade económica da exploração. O piso 210 já se encontrava encerrado.
    - A 12 de Abril faleceu em Lisboa, Mercedes Blasco aos 94 anos, esquecida por todos depois de uma vida dedicada as artes, letras e emancipação da mulher.

Páginas