Notícias

Um cemitério Abandonado e Esquecido

O Cemitério dos Ingleses da Mina de São Domingos foi construído em 1860 e é atualmente o único edifício que resta da aldeia primitiva, destruída para permitir a exploração mineira a céu aberto (corta).
De referir que o cemitério era uma necessidade para a comunidade que professava a religião Anglicana pois estavam impedidos como “hereges” de ser enterrados nas Igrejas e Cemitérios Católicos e que até ao Séc. XVIII os cadáveres dos não Católicos tinham de ser enterrados em solo não consagrado ou jogados ao mar.

Terceiro Aniversario do Portal CEMSD e Disponibilização de Novos Conteúdos

O Centro de Estudos da Mina de São Domingos (CEMSD) celebra hoje, 11 de agosto o 3° aniversário do lançamento do seu portal na Internet.
Foi um dia histórico essa tarde no Musical com a participação de muitas dezenas de pessoas que com a sua presença sublinharam a importância e o interesse pela preservação da nossa memória coletiva.

CEMSD é Noticia na ANF

O CEMSD continua a procurar e disponibilizar informação relevante sobre a Mina de São Domingos e a sua gente, recentemente procuramos junto da Associação Nacional de Farmácias (ANF) detentora do Arquivo Histórico das Farmácias, informação sobre a antiga Farmácia da Mina de São Domingos.
«O primeiro pedido externo de informação ao Arquivo Histórico das Farmácias acaba de ser formulado: Um membro(1) do Centro de Estudos da Mina de São Domingos solicitou a consulta de documentação sobre a farmácia que servia a extinta exploração mineira, situada no Concelho de Mértola»

Parabéns José Damásio Ribeiro

O nosso decano completa hoje 90 anos. Grande conhecedor da história da Mina de São Domingos José Damásio Ribeiro, tem sido um elemento fundamental para a preservação da memória da Mina e para o seu registo e partilha no âmbito deste projecto, é detentor de uma memória prodigiosa que o leva com frequência a recordar-se de episódios e factos que se passaram há muitas décadas e que não se encontravam registados ou que só com a sua preciosa ajuda foi possível encontrar o “rasto”.

O primeiro ano do Portal do CEMSD

O novo Portal do CEMSD completou um ano, neste ano duplicámos o número de fichas individuais, já são mais de 7000, muitas delas com ligações entre si, e completámos muita da informação pré-existente, graças à colaboração de muitos particulares, geralmente descendentes dos antigos funcionários.
Ao longo deste primeiro ano, o Portal do CEMSD foi visitado por mais de 180 mil pessoas que visualizaram mais de 600 mil páginas.

CEMSD em Traversella-Itália

Recentemente José Zarcos Tirado Palma, colaborador do CEMSD esteve em Traversella, terra natal de Nicolau Biava, redescobridor da antiga mina romana da Serra de S.Domingos em 16 Julho de 1854 dando origem à historia moderna da Mina de São Domingos.
Situada no sopé dos alpes italianos, ~70km ao norte de Turim e a mais de 2000 km da MSD , a pequena povoação de Traversella foi desde a antiguidade uma importante povoação mineira devido as suas riquezas em minério de ferro.

Professores

O Centro de Estudos da Mina de São Domingos, partilha com a comunidade a pesquisa do seu colaborador João Nunes sobre os professores que leccionaram nas escolas da Mina de São Domingos.
Foram introduzidas várias fichas de professores que ensinaram as crianças "mineiras", este trabalho encontra-se em curso e como sempre estamos abertos à colaboração de todos os interessados, quer através do envio de nomes de outros professores, pois sabemos que ainda faltam alguns, assim com fotos ou informação sobre este tema.

“VI Colóquio da Rede de Museus Rurais do Sul” CEMSD apresenta projeto “DIGNIFICAR A MEMÓRIA DOS ESQUECIDOS”

O Centro de Estudos da Mina de São Domingos a convite do Dr. Miguel Rego, esteve hoje dia 21 de Setembro em Almodôvar, no “VI Colóquio da Rede de Museus Rurais do Sul” onde o João Nunes e o António Peleja fizeram uma apresentação pública do portal do CEMSD com o tema “DIGNIFICAR A MEMÓRIA DOS ESQUECIDOS”.

Páginas